Documentários

Web-série expõe a máfia dos planos de saúde e o lobby praticado no Congresso Nacional

Primeira parte do segundo episódio da série de documentários produzido pelo Movimento Chega de Descaso em parceria com a Mídia Independente Coletiva sobre o sistema de saúde brasileiro. Todos sabem que o setor saúde vem passando por diversos problemas em seu funcionamento, que podem ser entendidos a partir de sua má gestão, corrupção e financiamento inadequado.

Link do segundo episódio:

Através da série produzida, visamos trazer a tona diversas informações com o objetivo de estimular o senso crítico da sociedade, e assim olharmos por outra perspectiva, quais são os interesses atrelados ao mau funcionamento da saúde pública. Quem lucra com isso? Se o setor saúde funcionasse da maneira como fora planejado, a população iria desembolsar recursos para se tornar detentora de planos de saúde?

Segundo dados do TSE, nas eleições de 2014, as operadoras de planos de saúde doaram juntas em torno de R$ 52 milhões, contribuindo para 131 candidaturas, que vão desde Deputado Estadual à Presidente da República. Qual seria a contrapartida de tanto investimento?

Leandro Farias fundou o movimento Chega de Descaso após perder sua noiva por mal atendimento em uma unidade da Unimed.

Leandro Farias fundou o movimento Chega de Descaso após perder sua noiva por mal atendimento em uma unidade da Unimed.

O atual Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi um dos parlamentares que recebeu doação de campanha por parte das operadoras, e ao analisarmos seu retrospecto, podemos observar o uso de mecanismos legislativos visando à garantia do lucro do setor privado em detrimento do setor público, como a criação de Propostas de Emenda à Constituição (PEC), Projetos de Lei (PL), inclusão de artigos em Medidas provisórias (MP), votações, entre outros.

A partir de uma ação conjunta que envolve os seguintes atores: membros do Executivo, Legislativo, Judiciário, empresários da saúde e grande imprensa, nos deparamos com a saúde pública sendo denegrida a todo instante, dando ênfase apenas as falhas, e tratando-as como corriqueiras, e falhas estas, que também são apresentadas pelo setor privado, porém não demonstradas pela imprensa financiada.

Eduardo Cunha recebeu 250.000 Reais da Bradesco Saúde na última campanha eleitoral.

Eduardo Cunha recebeu 250.000 Reais da Bradesco Saúde na última campanha eleitoral.

Não o bastante, ainda visualizamos figuras públicas em propagandas que nitidamente visam ludibriar a população. E assim o imaginário de saúde como bem de consumo, adentra pela sociedade, se sobrepondo a ideia de saúde como um direito fundamental.

O Movimento Chega de Descaso exige que uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) seja instalada para que possamos investigar e conhecer como age o que chamamos de máfia da saúde privada, que funcionam como verdadeiros parasitas da saúde pública, composta por: Indústria farmacêutica, operadoras de planos de saúde, empresários, parlamentares, entre outros.

Segunda parte do segundo episódio:



Primeiro episódio da web-série Chega de Descaso/MIC

Comentários do Facebook

Comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top