Política

Rio de Janeiro e a situação na Rocinha e demais favelas e comunidades nesse dia 23.09.17

Rio de Janeiro e a situação nas favelas e comunidades nesse dia 23.09.17

É preciso ter calma ao tratarmos o que vem acontecendo nos últimos meses no Rio de Janeiro e principalmente nos últimos dias na cidade.

Ontem, 21 de setembro, quando a situação na favela da Rocinha começou a afetar a Zona Sul, ou seja, o asfalto onde a classe branca e rica circula e assim afetando seu direito de ir e vir que o dinheiro pode comprar, as mídias corporativistas, o Estado e suas instâncias executivas e legislativas e a população em geral começa a falar em CAOS e ou GUERRA CIVIL no estado.

Chegada dos militares a Rocinha hoje a tarde. Foto: Hanrrikson de Andrade.

É preciso lembrar da progressão dos fatos e de tudo que tange tais acontecimentos nos últimos anos, meses e dias. Desde o sucateamento do Estado pela corrupção à própria criação e manutenção da crise da segurança pública no Rio de Janeiro.

Postagem do Ministro da Defesa em uma rede social.

Hoje, 22 de setembro de 2017, há inúmeras favelas e comunidades que se encontram na mesma medida e proporção do que acontece na Rocinha. Favelas como o Juramento, Mangueira, Jacarezinho, Maré, Complexo do Lins, Complexo do Alemão, entre outras passam e continuam, inclusive no dia de hoje, com intensos confrontos, escolas fechadas, pessoaa baleadas e tudo mais.

Tanques tipo CLAF da Marinha ocupando a rua 2.

Temos que ter cuidado ao comprar o discurso da grande mídia que só agora resolve “falar pela Rocinha”, pois podemos exatamente estar fazendo coro para uma intervenção que só e somente irá proporcionar paz e tranquilidade para a elite rica circulante nas áreas da Zona Sul que hoje se encontram sentindo na sua pele o que todos os dias pretos e pobres sentem nas favelas e comunidades das Zonas Norte e Baixada Fluminense do Rio de Janeiro.

Foto de capa: RICARDO MORAES/REUTERS.

Comentários do Facebook

Comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top