Política

Professores da UERJ ocupam em frente ao Palácio Guanabara, sede do governo do Rio de Janeiro

Até quando a sociedade permitirá o sucateamento da Universidade do Estado do Rio de Janeiro?

Dois meses sem salários. Sem calendário de pagamentos. Calote no auxílio estudantil. Bandejão fechado. Repasses zerados. Quanto tempo a UERJ resistirá nesse caos?

Ante-ontem, dia 16/05, os professores da Uerj acamparam e ocuparam o Palácio Guanabara. Ontem, dia 17/05, ocorreu uma Assembleia Docente desses mesmos professores, também na porta do Pezão, para avaliar a conjuntura política, o caos que em ocorrendo na UERJ e o pacote de maldades do governo Pezão.

Sem salários. Sem bolsas. Sem custeio. Essa é a situação desses docentes do principal centro de estudos e pesquisa no estado do Rio de Janeiro. Diante desse emaranhado de abusos, a solução buscada pelos docentes foi a justa radicalização que levou a construção dessa significante ocupação em frente ao Palácio Guanabara.

Professores da UERJ reunidos para a primeira assembleia da ocupação no Palácio Guanabara.


A ocupação resistiu bravamente e se fortaleceu após a primeira madrugada em frente ao palácio.


Docentes só saem se receberem seus vencimentos.

Foto de capa: Coletivo Fotoguerrilha.

Comentários do Facebook

Comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top