Midiativismo

Oficinas de rádio livre gratuitas no Rio de Janeiro

SÉRIE DE OFICINAS E PRÁTICAS DE RÁDIO WEB E FM PARA  CRIAÇÃO E MANUTENÇÃO DE UMA RADIO COMUNITARIA

A Rádio Mutirão abriu ontem inscrições para uma jornada de rádio web e FM, com oficinas e práticas para criação e manutenção de emissoras de rádio livre.

A iniciativa auto gestionada e sem nenhum tipo de financiamento público ou privado, visa exclusivamente resgatar a prática da radio difusão livre e comunitária, que anda um pouco esquecida na mídia independente do Rio de Janeiro.

Na verdade mais que isso, a rotina de criminalização por parte da ANATEL e Polícia Federal e a negação sistemática de outorgas para novas rádios comunitárias no país, gerou um cenário sombrio para as pequenas emissoras nos últimos dez anos. Quem não foi fechado ou processado por emitir, acabou desmotivado pelos riscos e consequências de exercitar seu direito a comunicação livre.

Diversas emissoras no país sofreram perseguição. Em próximo artigo vou resgatar um pouco dessa memória das rádios comunitárias. No Rio de Janeiro, Repper Fiel e Peixe, coordenadores da Rádio Comunitária Santa Marta, foram detidos e conduzidos a Polícia Federal na Praça Mauá em 2010. Eles foram liberados no mesmo dia. Não sem mobilização e pressão por parte de movimentos sociais que foram até a unidade policial.

Em uma ação que ocorreu no dia 03 de maio, justo Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, a ANATEL e a Polícia Federal foram a Rádio Comunitária Santa Marta, lacraram e apreenderam o transmissor e detiveram seus integrantes.

Eu lembro bem desse dia. Estávamos na Rádio Madame Satã 92,1 FM na Lapa e soubemos por uma corrente de emails o que havia ocorrido e que movimentos estavam chamando para a porta da delegacia. Lá mesmo na Madame Satã FM nunca havíamos recebido a visita indesejada da PF, mesmo operando também sem outorga federal, mas com a igual convicção do nosso direito de emitir e ocupar o ar. Afinal o AR é LIVRE!!!! Certo?

Mais ou menos! A ABERT – Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão sempre fez um lobby fortíssimo contra a legalização de rádios comunitárias, capitaneados por grandes emissoras, e Sistema Globo principalmente. E não só isso, financiando campanhas de criminalização da radiodifusão comunitária. Com as clássicas abobrinhas do tipo “Derruba avião”. Barões da mídia!!

Bom, a Lei 9.612 que regulamentou a rádio difusão comunitária é um deboche. É uma brecha que abriu o sistema hegemônico de comunicação para que pequenas emissoras existam, sem incomodar seus alcances e domínios, claro. Principalmente pela limitação técnica de transmissor e antena que exige a lei. Mesmo assim, as emissoras não conseguem a outorga. Os processos são longos e sem nenhuma facilidade por parte do Ministério das Comunicações, e por fim, as rádios acabaram quase todas nas mãos de grupos religiosos ou poderes locais. E um sem número de emissoras deixou de existir! 🙁

A idéia das rádios livres era justamente não fazer coro com essa lei que não serve, e transmitir por direito! Transmitir porque o AR é livre. E nessa linha, existem diversas experiências também que quero organizar e compartilhar aqui. De emissoras inclusive que seguem transmitindo, com ou sem autorização.

Bom, a vontade de fazer rádio e voltar a usar esse canal potente e popular está voltando no Rio de Janeiro. E eu aprecio imensamente. Rádio é cachaça! Como sempre ouvia dos mais antigos do rádio. Tipo, querer ficar bebendo toda hora…rs

Esta jornada radial é uma proposta de botar lenha nessa fogueira! Vamos de Rádio Livre!!! Se inscrevam ai.

 

JORNADA RADIAL – OUT/DEZ 2016 – Rio de Janeiro

NÃO ODEIE A MÍDIA! CRIE MEIOS LIVRES DE COMUNICAÇÃO!

Para participar:

Comunicadores independentes, ativistas e integrantes de organizações e movimentos sociais interessados em integrar uma rádio, fortalecer ou montar uma em sua localidade.

Programa de Oficinas:

1 – História das rádios livres;
2 – Rede latinoamericana de rádios;
3 – Noções de áudio e acústica;
4 – Conexões, cabos e microfones;
5 – Construcción/reparación de transmissores y antenas de radiofrecuencia
6 – Montando uma radio web (servidor, aplicativos, celulares e equipamentos);
7 – Produzindo vinhetas e reportagens (bancos de audios, programas e plugins);
8 – Operação de rádio;
9 – Técnicas de Locução;
10 – Elaboração de programas;
Vagas: 12
Período de Inscrição: 03 a 10 de outubro
Forma de Inscrição: Formulário online
Período e Frequência: 19/Outubro a 06/Dezembro
(1 oficina / quarta-feira de 3 horas de duração) – Total 30h

Contato: mutiraorio2016@gmail.com / 21 9 7967 7194

Se increva pelo formuláriohttps://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfbFPuex3tnF8hq1qxhPgNAFOZx_Wv4oO0GjfHbFxQumzw-DA/viewform

Notas:

1 – Esta Jornada Radial não conta com nenhum aporte financeiro de nenhuma instituição ou edital. É uma ação autônoma dos integrantes da rádio Mutirão;

2 – Por motivos de limitação do espaço e dos equipamentos, abrimos um número restrito de vagas para as oficinas. Mas esperamos abrir outra jornada em janeiro de 2017;

3 – Por esse motivo consideraremos as inscrições com propostas de multiplicação, que possam replicar as práticas em seus locais para outros participantes;

4 – Não será cobrada nenhuma taxa dos participantes;

5 – Os inscritos serão comunicados por email no dia 10 de outubro.

 

Comentários do Facebook

Comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top