Povos originários e indígenas

Etnia Tapeba realiza manifestação pela demarcação de suas terras no Ceará

Por Observatório Socioambiental.

Povo Tapeba realizou ato na tarde desta terça-feira (14) pela demarcação das suas terras e contra o despejo de 67 famílias da comunidade do Trilho, em Caucaia, com o apoio dos povos indígenas do Ceará, entidades indigenistas, movimentos socioambientais, apoiadores da causa indígena, artistas e ativistas.

Aldeia Tapeba no Ceará. Foto: Janete Melo/Observatório Socioambiental

Weibe Tapeba, presidente da Associação das Comunidades dos Índios Tapeba de Caucaia – ACITA, entidade que organizou o ato, fala das lutas pela demarcação das terras do Povo Tapeba, as violências e violações sofridas, as decisões equivocadas do judiciário e a omissão do governo brasileiro em finalizar os processos de demarcação da TI Tapeba, que já se arrasta há mais de três décadas. O advogado e liderança indígena, insta à sociedade cearense, às entidades indigenistas, movimentos socioambientais e apoiadores da causa indígena a prestar solidariedade e apoio à luta do Povo Tapeba pelo direito a terra e ao território.

O Povo Tapeba reafirma sua disposição de continuar resistindo e permanecendo na terra retomada, esta que até então se encontrava na posse de pessoas/empresas que a utilizariam para fins de especulação imobiliária e que provocaria grande prejuízo ambiental, como desmatamento e aterramento de lagoas, tendo sido objeto de ação que culminou com essa injusta ordem de reintegração de posse contra 67 famílias, que utilizam desses espaços para moradia e plantios que lhes garantirá soberania alimentar.

Foto: Janete Melo – Observatório Socioambiental

Sobre a reintegração de posse:

No mês de janeiro/2017 foi concedida ordem de reintegração de posse contra as famílias do Povo Indígena Tapeba, que retomaram uma área da terra já identificada e delimitada pela FUNAI em 2013, como pertencente à etnia. A decisão judicial determina que a sua desocupação ocorresse a partir do dia 14 de fevereiro de 2017. A Procuradoria Geral da Funai, em Brasília, ingressou com um pedido de suspensão da ordem de reintegração de posse no STF e agora há esperança que essa medida seja corrigida com a permanência das 67 famílias na área de ocupação.
Seguiremos juntos na luta com o Povo Tapeba e todos os povos indígenas no Brasil.

Assista o vídeo da manifestação:

Lideranças do Povo Tapeba lançam pedido de apoio aos povos indígenas e aos movimentos sociais:

Comentários do Facebook

Comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top